Dia 29/5 – Ato Nacional Fora Bolsonaro!

No próximo sábado, dia 29, serão organizadas manifestações em todo o país contra a política genocida do governo de Bolsonaro, Paulo Guedes e militares, que disseminou a covid-19, fez aumentar o desemprego e a fome do nosso povo, e estimulou a matança racista nas periferias, em parceria com os governos dos estados.

Quebra de patentes das vacinas: o conhecimento científico não pode ser de propriedade privada!

Com a aceleração do número de mortes e contaminações pela Covid-19 no país, há uma perigosa tendência, devido à urgência da pandemia, de colocarmos de lado diversas questões importantes sobre o desmonte da saúde pública e o avanço da indústria farmacêutica internacional. No esforço para a formulação de nossas políticas, é imprescindível manter vivo o debate sobre a propriedade privada do conhecimento científico para a produção de vacinas. Precisamos falar com mais ênfase sobre a quebra das patentes.

Manifestação em São Paulo contra a Chacina de Jacarezinho

Neste sábado, dia 08 de maio, diversos movimentos sociais, coletivos e organizações políticas ocuparam a av. Paulista, na altura do vão do Masp, em São Paulo. A manifestação foi em repúdio à chacina que vitimou pelo menos 28 pessoas na comunidade do Jacarezinho, no Rio de Janeiro. Protagonizada pela Polícia Civil, a ação do Estado promoveu um verdadeiro banho de sangue na comunidade, resultando em casos com evidentes sinais de execução sumária. Nós da OASL estivemos presentes junto aos movimentos sociais em que estamos inseridos.

[CAB] 1º de Maio de Luta e Solidariedade: revolta popular para tomar as riquezas!

Vai transcorrendo mais de um ano em que a pandemia da covid-19 evidencia o estado em que nós, trabalhadoras e trabalhadores, somos submetidos a partir de ataques programados pelos de cima. O soterramento de direitos trabalhistas e o esvaziamento do auxílio emergencial se complementam ao desmantelamento do SUS e à imposição de uma precariedade brutal, que nos afunda em mais miséria, adoecimento e morte. Também completa um ano que levantamos nossas bandeiras pelo 1º de Maio Combativo, reivindicando tomar as riquezas por Vida Digna, em uma data que é memória, mas também representa nossa urgência.

Greve na educação paulista!

Em assembleia nessa sexta-feira, dia 05, as professoras e professoras do estado de SP declararam GREVE a partir da segunda-feira, dia 08. A categoria se opõe ao retorno das aulas em plena pandemia, entendendo como um risco de aumento na proliferação de casos de Covid-19, colocando a vida de professores/as, funcionários/as, alunos/as e suas famílias.