Por uma greve de base do funcionalismo contra o Sampaprev 2!

O PLO 07/2021 precisa ser combatido a partir da organização das categorias do funcionalismo municipal. É necessário que construamos a greve geral do funcionalismo público municipal, com a retomada das ruas e ações intensas! A atuação dos comandos regionais, mais uma vez, será fundamental. Somente com democracia de base e protagonismo das trabalhadoras e dos trabalhadores conseguiremos derrotar o Sampaprev 2.

[CAB] O Congresso e o governo querem entregar os Correios! Lutar contra a privatização!

Enquanto a imprensa e as redes sociais se voltam para a gritaria de Bolsonaro, o Congresso vai passando a boiada, empurrando a pauta dos de cima, de destruição dos direitos do nosso povo. Na última quinta, dia 05, a Câmara aprovou o projeto de lei que privatiza os Correios, em uma votação às pressas.

[CAB] Live: Primeiro de Maio e as lutas na Educação hoje

Neste 1º de Maio, a Coordenação Anarquista Brasileira convida para um debate sobre os desafios das trabalhadoras e dos trabalhadores da Educação, que nesse momento travam uma dura luta contra o retorno às aulas sem condições sanitárias, enquanto o país chega às 400 mil mortes pela covid-19. Vamos conversar sobre a história dessa data tão importante, como nossa militância está fortalecendo a luta na Educação, e como aliar essas demandas às pautas mais amplas das classes oprimidas nesse momento, como vacina para todos e auxílio emergencial digno.

[CAB] Reforma Administrativa e a dominação privada sobre os serviços públicos

A Reforma Administrativa (PEC 32/2020), proposta pelo governo Bolsonaro, ao contrário do que afirma a retórica privatista, pretende reforçar a burocracia estatal aprofundando sua instrumentalização pelos tecnocratas, políticos e capitalistas, em detrimento do controle social dos serviços públicos. Nós da CAB afirmamos que é preciso cerrar punhos contra essa proposta, que é um passo adiante na precarização dos serviços e das condições de trabalho, e alguns passos para trás em relação à autogestão.

Greve na educação paulista!

Em assembleia nessa sexta-feira, dia 05, as professoras e professoras do estado de SP declararam GREVE a partir da segunda-feira, dia 08. A categoria se opõe ao retorno das aulas em plena pandemia, entendendo como um risco de aumento na proliferação de casos de Covid-19, colocando a vida de professores/as, funcionários/as, alunos/as e suas famílias.