[FTA-MG] Nota da FTA sobre manifestação contra o aumento do preço das passagens de ônibus em Belo Horizonte

Posted on 21/08/15 por

0


Segue nota da FTA (Frente Terra e Autonomia, de MG) sobre manifestação contra o aumento do preço das passagens de ônibus, em Belo Horizonte:

NOTA DA FTA SOBRE A MANIFESTAÇÃO CONTRA O AUMENTO DO PREÇO DAS PASSAGENS DOS ONIBUS
… a gente quer inteiro e não pela metade!”

A Frente Terra e Autonomia atua ombro à ombro com pessoas que estão precarizadas pelo capitalismo e pelas demais opressões na luta pela moradia e no campo comunitário. Visamos forjar, através das lutas populares, uma cidade verdadeiramente democrática onde caibam todas (os) e onde as decisões políticas e econômicas, uma vez radicalmente democratizadas, não sejam instrumentos de opressão e manutenção de privilégios. Assim sendo convocamos à todas (os) para o 1º. Ato Contra o Aumento da Tarifa.
A FTA concebe que a luta do povo por moradia digna também envolve o acesso, a saúde, educação, lazer e cultura. Infelizmente direitos que territorialmente são distribuídos de maneira desigual, concentrados principalmente na região centro-sul da cidade. Isso significa que para acessar os bens da cidade as pessoas precisam, primeiramente, ter acesso a eles e, na maioria da vezes, isso significa usar o transporte público.
Acontece que o transporte público, que deveria ser mais integração e mobilidade das pessoas na cidade, é cada vez mais, graças aos abusivos custos da passagem dos ônibus, um fator de segregação. Quão mais distante do centro da cidade, mais cara é a passagem, menos ônibus são disponibilizados e mais cedo param de rodar.
Esse estado de coisas reflete a visão de que as linhas são planejadas apenas para que as pessoas se desloquem para o local de trabalho. Pensar e agir assim é encarar a cidade como uma grande empresa e as pessoas como simples peças de uma engrenagem. É um completo absurdo a inversão de valores quando se coloca o transporte público à lógica do mercado e do lucro.
Assim, um transporte gratuito e de qualidade, autogestionado pelas pessoas – usuárias e trabalhadoras do transporte – é condição fundamental para que qualquer moradia seja digna, para que todas as pessoas sejam livres, para que a cidade seja viva!
Moradia digna e mobilidade urbana são complementares, por isso exigimos e lutamos pelo o direito à cidade!
Por isso a FTA estará presente no “1o. Ato Contra a Tarifa” nesta quarta 12-08-2015, às 17:00 na Praça Sete e convoca a todas as pessoas e movimentos que estão na luta pela moradia digna somar nesse protesto.

Para mais informações, acesse: http://www.frenteterraeautonomia.org/

Posted in: FTA, Lutas